• Imprimir

Movimento dos Ameaçados por Barragens

Manifestação contra a construção de barragens

No Dia 18 deste mês o EAACONE - é uma entidade juridicamente constituída, sem fins lucrativos, que trabalha para que o artigo 68 das Disposições Transitórias da Constituição Federal cumpra os requisitos que dizem respeito ao direito à terra dos Remanescentes de Quilombo. Trabalha com as Comunidades Remanescentes de Quilombos dos Municípios de: Barra do Turvo, Iporanga, Eldorado, Iguape, Cananéia, Miracatu, Registro, Itaóca -,promoveu um ato de protesto e manifestação na cidade de Itaoca - SP, Vale do Ribeira, com o objetivo de mobilizar os movimentos sociais do Vale do Ribeira para questionar os projetos de barragens que estão projetados para se realizar no Rio Ribeira. As lideranças presentes dos movimentos sociais, Religiosos e Religiosas deram o recado para os participantes, que projetos desse porte para que sejam implementados, deveria ouvir (em audiência pública) primeiramente a comunidade local, pois a história nos mostra que nem sempre os beneficiados são as comunidades, mas sim as grandes empresas.

A JUPIC (Justiça, Paz e Integridade da Criação) uma das Dimensões da ação missionaria dos Missionários do Verbo Divino acredita na força da organização popular, defendendo o direito à existência dos povos, quilombolas e indígenas, salvaguardando as suas culturas, sua relação com a natureza, a preservação dos seus territórios, seus direitos civis e humanos. Defendendo os estilos de vidas próprios da região frente aos projetos impactantes e distantes da realidade daquela região. Como Província BRC através das ações da JUPIC somos parceiros das entidades e das comunidades na sua autonomia de organizar-se frente aos projetos de morte (mascarados por 'desenvolvimento'). Acreditamos que os povos locais devem ser atores das transformações e não meros expectadores de projetos que põe em risco sua autonomia. Representando a JUPIC estiveram presentes: Irmão Jairo, Ir. Domingos e Pe. Joaquim Rosa, como equipe eles acompanham a MOAB e os movimentos de defesa dos povos no Vale do Ribeira com o apoio dos missionários verbitas presentes na Diocese de Registro.

Nota: Ir. Jairo, svd / Fotos: SVDBRC