Intenção do Papa Francisco para o mês de JULHO de 2019

Integridade da justiça (Pela Evangelização)

Para que todos aqueles que administram a justiça operem com integridade e para que a injustiça que atravessa o mundo não tenha a última palavra.

Reflexão

INTEGRIDADE DA JUSTIÇA - Neste mês de julho, o Papa Francisco faz um desafio a todos os cristãos, através da sua Rede Mundial de Oração, sobre um tema que, para a maioria de nós, parece distante ou relativamente ao qual pouco temos a fazer. Muitos dos problemas do nosso mundo, em particular os relacionados com a administração da justiça, despertam alguma sensação de desânimo e impotência, ao darmo-nos conta das estruturas injustas presentes nesta área da vida social, colocando sérias dúvidas quanto à verdade de tantos processos, pelos interesses políticos e econômicos que neles têm influência e pelo flagelo da corrupção ao mais alto nível. Para combater o desânimo e a falta de esperança, devemos rezar muito e oferecer as nossas ações quotidianas por aqueles que administram a justiça, pela sua imparcialidade e integridade. Mas devemos também dar-nos conta, com gratidão, que muitos procuram exercer a justiça com verdade, buscando soluções, apesar das muitas pressões que podem sentir. Da nossa parte, o que podemos tirar como consequência para as nossas vidas, a partir deste desafio do Papa Francisco? Em primeiro lugar, optarmos sempre pela transparência, a integridade e a verdade. Como é a nossa relação com a lei? Que cedências vamos fazendo àquilo que nos parece «pequeno» e sem consequências, mas constitui verdadeira injustiça? Nas regras de trânsito, no pagamento dos impostos, nas relações laborais, no juízo que fazemos uns dos outros, tantas vezes precipitado e sem fundamento, somos agentes de justiça ou pactuamos com interesses pessoais e de grupo que não dignificam a verdade do agir cristão? A injustiça não tem a última palavra, e devemos ser nós, os cristãos, e como Igreja, a ser os primeiros a dar exemplo de integridade e verdade nas nossas relações pessoais e institucionais.

Oração

Pai de bondade, o teu Filho Jesus foi vítima de uma tremenda injustiça,

no desejo de morte que os seus adversários tinham para com Ele.

Hoje, tantos irmãos e irmãs nossos são vítimas da injustiça, de falsos julgamentos.

Tantos procuram ser favorecidos por causa do seu poder e influência.

Senhor, converte o nosso coração à verdade e a uma vida íntegra, à semelhança de Jesus.

Pedimos-te que o teu Espírito Santo seja o guia de todos os que administram a justiça,

para que esta seja um reflexo da tua verdade no mundo.

Pai-Nosso...

Desafios

– Estar atento a boas práticas de administração da justiça, divulgando-as através dos próprios meios, como um modo de salientar a importância da justiça feita com integridade e verdade.

– Fazer um exame de consciência sobre o modo como pactuamos com a injustiça, nas nossas relações pessoais, laborais, na relação com a lei, etc.

– Promover na comunidade um tempo de reflexão e oração pelos que administram a justiça e refletir sobre situações injustas que acontecem no próprio meio e os modos de as superar.

 

Fonte: https://redemundialdeoracaodopapa.pt/rezar-com-o-papa/intencoes/2019/7

Intenção do Papa Francisco para o mês de JUNHO de 2019

Estilo de vida dos sacerdotes (Pela Evangelização)

Pelos sacerdotes, para que, com a sobriedade e humildade da sua vida, se empenhem numa solidariedade ativa para com os mais pobres.

Reflexão

Um coração pobre de pastor O mês de junho, dedicado na tradição cristã à devoção ao Sagrado Coração de Jesus, tem também como proposta aos cristãos a oração pelos sacerdotes. Neste sentido, o Papa Francisco tem como intenção um apelo à sobriedade e humildade da sua vida, concretizando-se na proximidade com os pobres. Nesta intenção, vemos dois movimentos: um para a vida pessoal dos sacerdotes, num convite a uma vida simples e despojada, à semelhança de Jesus; e outro voltado para fora, para os mais pobres, trabalhando ativamente com eles. Sabemos que não se pode desligar o que se passa no nosso coração daquilo que fazemos. E, neste mês, é pedido aos sacerdotes um maior testemunho de Cristo pobre, que Se faz próximo dos pobres. Devemos agradecer tantos exemplos de sacerdotes, verdadeiros pastores à semelhança do Bom Pastor, que vivem abnegadamente a sua vocação e serviço às comunidades que lhes são confiadas. Tantos bons sacerdotes que, nas suas comunidades, realizam obras admiráveis de apoio aos mais necessitados! Damo-nos conta destas atitudes e apoiamos os sacerdotes nas suas missões? Mas também é verdade que, como pessoas humanas sujeitas à contradição, encontramos exemplos de sacerdotes que não mostram uma coerência externa com a pobreza pedida aos discípulos de Jesus. Peçamos ao Senhor, neste mês, para que a relação pessoal com Cristo transforme os sacerdotes em exemplos vivos do Evangelho. E não nos esqueçamos de nos unirmos em oração a eles e estarmos disponíveis para colaborar na exigência da sua vocação, tantas vezes vivida em solidão e dificuldade.

Oração

Senhor Jesus, Bom Pastor,

Tu chamas os sacerdotes a serem no mundo e na Igreja sinais da tua presença,

da tua caridade e do teu perdão.

Nós Te pedimos que os sacerdotes se sintam apoiados pela nossa amizade e oração.

Que cada sacerdote se sinta cada vez

mais apaixonado por Ti e pelo teu estilo de vida,

pobre e ao serviço dos mais pequenos.

Ajuda os sacerdotes que vivem em maiores dificuldades

e que o seu coração seja cada vez mais semelhante ao teu Coração.

Pai-Nosso...

Desafios

- Estar disponível para, junto do pároco ou do sacerdote responsável pela comunidade, prestar o apoio necessário à sua ação, sobretudo nas obras sociais que dinamiza.

- Na própria comunidade, promover um encontro de reflexão e formação sobre as exigências que hoje são postas ao ministério sacerdotal, com testemunhos de sacerdotes.

- Promover, na comunidade, um momento de oração centrado no Coração de Jesus, motivando os presentes a entusiasmar-se com o seguimento de Jesus, pobre e humilde.

 

Fonte: https://redemundialdeoracaodopapa.pt/rezar-com-o-papa/intencoes/2019/6

 

15 anos de morte de Dom Aparecido José Dias, SVD - primeiro bispo da Diocese de Registro

Hoje, dia 29 de maio de 2019, estamos celebrando 15 anos desde que este nosso amigo e pastor partiu para a eternidade.

Dom Aparecido José Dias foi o primeiro bispo da Diocese de Registro, a qual governou de 1974 a 1996. Ele foi uma pessoa muito amiga com todos que trabalharam ou passar por aqui, pela Diocese de Registro. Em 1996 foi nomeado como bispo da Diocese de Roraima e como presidente do Conselho Indigenista Missionário da CNBB. Dom Aparecido notou-se como um grande defensor da causa indigenista no Brasil. Após sua morte o corpo de Dom Aparecido foi transladado para Registro onde foi enterrado na catedral da diocese.

Que Deus o tenha ao seu lado e, através dele, possa olhar por todo o povo do Vale do Ribeira, de modo especial, pelos mais sofridos desta região, como também pelo povo de Roraima e os indígenas do Brasil.

Papa sai em defesa de família cigana atacada por receber ajuda

Fotos/fonte: Vatican News

Tensões em Roma foram criadas após família cigana receber residência social. Casal com 12 filhos é ameaçado por neofacistas e xenófobos.

O Papa Francisco declarou nesta quinta-feira "sofrer" pelas tensões e ameaças contra uma família cigana da Bósnia que acaba de obter uma moradia social em Roma. Depois de esperar mais de dois anos, mudando-se de acampamento para acampamento, Imer e Senada, conseguiram se instalar esta semana com seus 12 filhos em um pequeno apartamento em Casal Bruciato, nos arredores da capital. Desde então, vizinhos e militantes neofascistas os insultaram e ameaçaram, incluindo de estupro, considerando que as famílias italianas devem ter prioridade na alocação dessas acomodações. A polícia precisou organizar a segurança da família, chegando a ter que intervir na quarta-feira para permitir que a prefeita de Roma, Virginia Raggi (Movimento 5 Estrelas, antissistema), deixasse o prédio após uma visita à família.

Cigana entrega a Bandeira Cigana ao Papa

"Eles estão aqui porque têm direito. Deve-se respeitar a lei", disse Raggi, pouco apoiada neste caso pelo seu partido. A Igreja de Roma expressou seu apoio à família, de confissão muçulmana, e a convidou para um encontro com fiéis da diocese com o Papa Francisco nesta quinta-feira à noite na Basílica de São João de Latrão. Antes, o pontífice argentino recebeu cerca de 500 membros da comunidade cigana sob os afrescos do Palácio Apostólico para uma oração, que havia sido planejada há tempos. "Rezo por vocês e estou com vocês (...) Hoje leio coisas ruins no jornal e sofro, porque não é decente", disse ele. "É verdade que há cidadãos de segunda classe. Mas os verdadeiros cidadãos de segunda classe são aqueles que rejeitam as pessoas (...), que vivem com uma vassoura nas mãos para expulsar os outros", insistiu. O ministro do Interior, Matteo Salvini (extrema direita), disse por sua vez que dar prioridade aos italianos era "um princípio de decência".

 Fonte: AFP / Domtotal

Tributo a Konrad Berning, fundador da Verbo Filmes

30-10-2019 Notícias da congregação

Missionário, comunicador, profeta e parceiro das grandes causas dos excluídos da América Latina O dia 26 de outubro amanheceu trazendo a triste noticia da morte de Konrad Berning: missionário, comunicador, profeta e parceiro das grandes causas dos excluídos da América Latina. Verbita de pura cepa, ele viveu os últimos anos e faleceu na cidade de Münster, Alemanha. Por coincidência, o mesmo...

Leia Mais

Dia Mundial do Migrante - Papa Francisco convida para rezar com ele

25-09-2019 Notícias da Igreja

Foto/fonte: www.oclarim.com.mo No próximo domingo, 29 de setembro, celebra-se o Dia Mundial do Migrante e do Refugiado. Para a ocasião, o Papa Francisco celebrará a Santa Missa na Praça São Pedro.  * Por Bianca Fraccalvieri – Cidade do Vaticano No Angelus do último domingo, o Papa Francisco fez um convite a todos os fiéis:  No próximo domingo, 29 de setembro, celebra-se o Dia...

Leia Mais

A Verbo Filmes divulgou o documentário sobre o processo do Sínodo para a Amazônia

23-09-2019 Notícias da Igreja

Foto/fonte: Internet A Verbo Filmes divulgou no último fim de semana o documentário “Sínodo para a Amazônia – convocação, processos e expectativas”, sobre a Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos convocada pelo Papa Francisco para o período de 6 a 27 de outubro próximo. Em entrevista ao Portal da CNBB, o padre Cireneu Kuhn, missionário da Congregação do Verbo Divino que...

Leia Mais