• Imprimir

Fonte:  portal Folha

Os bispos presentes do III Encontro da Igreja Católica na Amazônia Legal, reunidos no Centro de Treinamento da Maromba, em Manaus, manifestaram indignação com a intolerância manifestada contra as mulheres, homens e crianças, refugiados venezuelanos.

Em nota pública, divulgada nessa quinta-feira (23), os 58 bispos e 27 demais representantes de Prelazias e Dioceses da região, eles reconhecem “que a situação é crítica, principalmente pela ausência de uma ação integrada e eficaz das esferas municipais, estadual e federal do Estado Brasileiro, que assegure a acolhida humanitária aos refugiados”, afirmam no texto.

Assinada pelo presidente da Comissão Especial para a Amazônia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil/CNBB e da Rede Eclesial Pan-Amazônica/REPAM, Cardeal Cláudio Hummes, a nota recorda que “os refugiados pertencem a povos da Amazônia e merecem respeito à sua dignidade e aos Direitos Humanos”

 Fonte:  POM

 Confira a nota na íntegra:          Nota pública dos Bispos da Amazônia Legal  Em PDF

Fonte: portal G1