Lc 6, 39-45

"Poderá um cego guiar outro cego? Não cairão ambos num buraco?"

O Evangelho de hoje nos apresenta trechos do discurso que Jesus falou na planície após uma noite que passou em oração (Lc 6,12) e depois de chamar os Doze para serem seus apóstolos (Lc 6,13-14). Uma grande parte das frases que se encontram neste discurso foram faladas em outras ocasiões, mas Lucas, imitando Mateus, as reúne aqui neste Sermão na Planície.
A parábola do cego que leva os outros cegos. Jesus conta uma parábola aos seus discípulos: "Poderá um cego guiar outro cego? Não cairão ambos num buraco?" parábola de uma única linha, mas tem muita semelhança com os avisos no Evangelho de Mateus, que são dirigidas aos fariseus: "Ai de vocês, guias cegos" (Mt 23,16.17.19.24.26) Aqui, no contexto do Evangelho de Lucas, esta parábola é destinada a animadores de comunidades que foram considerados proprietários da verdade, superiores aos outros, e por isso são guias cegos.
Lc 6,40: Discípulo - mestre. "O discípulo não é mais que o mestre; embora, uma vez instruído, venha a ser como seu mestre". Jesus é o mestre. Ele não é um professor. O professor dá aula, ensina vários assuntos, mas não vive isso. O mestre vive tudo isso o que ensina. Sua matéria é mesmo dar testemunho de vida. Ele ensina seu modo de viver. Conviver com o mestre tem três aspectos: (1) Ele é o modelo ou o exemplo a ser imitado (cf. Jo 13,13-15). (2) O discípulo não só contempla e imita, mas também está de acordo com o destino do mestre, com suas tentações (Lc 22,28), a perseguição (Mt 10,24-25) e morte (Jo 11,16). (3) Não só imita o modelo, não só está comprometido, mas também ele se identifica: "Já não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim" (Gl 2,20). Este terceiro aspecto é a dimensão mística do seguimento de Jesus, fruto da ação do Espírito.
A lâmina no olho do irmão. "Por que reparas no cisco do olho do teu irmão, e não reparas na viga que tens no teu?” Como poder dizer ao teu irmão: 'Irmão, deixe-me tirar o cisco do seu olho', você, que não vê a viga que você tem no seu? Hipócrita! Primeiro retire a viga de seus olhos, e então você verá claramente para remover o cisco do olho do seu irmão." No Sermão da Montanha, Mateus aborda o mesmo assunto e explica um pouco melhor a parábola do cisco no olho. Jesus pede uma atitude criativa que nos torne capazes de ir ao encontro do outro sem julgá-lo, sem ideias preconcebidas e sem racionalizações, acolhendo o outro como irmão (Mt 7,1-5). Essa abertura total para o outro como um irmão só nascerá em nós se soubermos nos relacionar com Deus em total confiança, como filhos com seu pai (Mt 7,7-11).
 
O cisco ou a viga no olho. Como me relaciono com os outros em casa e na família, com colegas no trabalho, com irmãos e irmãs na comunidade? Mestre e discípulo. Que discípulo de Jesus eu sou?
 

“Felizes os que habitam em tua casa,

Sempre te louvando.

Feliz é quem tira forças de ti

Quando projeta sua peregrinação.” (Sl 84,5-6)

Encerramento das celebrações do Jubileu de 50 anos da Paróquia N. Sra. de Fátima na Vila das Belezas/SP

20-05-2019 Notícias da congregação

       "Nosso gratidão a Deus pelos 50 anos da Paróquia N. Sra. de Fátima - Vila das Belezas/SP, especialmente aos Fundadores e Fundadoras das Comunidades e da Paróquia, vivos e mortos. E nossos votos aos atuais e futuros Construtores e Construtoras dessa Paróquia. Nosso gratidão também por cada um Verbita, padre, irmão, seminarista, e às Irmãs Servas do Espírito Santo...

Leia Mais

Papa sai em defesa de família cigana atacada por receber ajuda

17-05-2019 Notícias da Igreja

Fotos/fonte: Vatican News Tensões em Roma foram criadas após família cigana receber residência social. Casal com 12 filhos é ameaçado por neofacistas e xenófobos. O Papa Francisco declarou nesta quinta-feira "sofrer" pelas tensões e ameaças contra uma família cigana da Bósnia que acaba de obter uma moradia social em Roma. Depois de esperar mais de dois anos, mudando-se de acampamento para acampamento...

Leia Mais

11º Encontro Nacional Fé e Política

17-05-2019 Notícias da Igreja

     O 11º Encontro Nacional de Fé e Política abrirá uma ampla reflexão sobre a conjuntura nacional, continental e planetária. Ela nos ajudará a manter de pé nossa busca permanente por uma nova sociedade, tendo o Bem-Viver como farol de nossa ação concreta! Em parceria com o Serviço de Assistência Rural – SAR – da Arquidiocese de Natal, o Movimento Nacional Fé...

Leia Mais